10 de outubro de 2017

XXIV Olimpíada da Educação Infantil

Alunos Garriga participam da XXIV Olimpíada da Educação Infantil. Confira um pouco mais sobre o evento.

Dia 06 de outubro, aconteceu a XXIV Olimpíada da Educação Infantil no Garriga. As crianças participaram de várias atividades esportivas, ressaltando a importância do brincar para o desenvolvimento e aprendizado dos alunos.

Olimpíada Garriga Educação Infantil

 

Brincadeira é assunto sério

 

Embora, atualmente, a importância do brincar para o desenvolvimento infantil seja amplamente reconhecida, é comum observarmos crianças, por vezes muito pequenas, com uma rotina bastante atribulada, tomada por diversas atividades e compromissos. Muitas vezes, fica difícil encontrarmos alguma brecha, na correria do dia a dia dessas crianças, na qual elas possam, simplesmente, ter espaço e tempo para brincar.

Segundo Vygotsky (1989) – o brincar cria a chamada zona de desenvolvimento proximal, impulsionando a criança para além do estágio de desenvolvimento que ela já atingiu. Ao brincar, a criança se apresenta além do esperado para a sua idade e mais além do seu comportamento habitual. Para Vygotsky, o brincar também libera a criança das limitações do mundo real, permitindo que ela crie situações imaginárias. Ao mesmo tempo é uma ação simbólica essencialmente social, que depende das expectativas e convenções presentes na cultura. Quando duas crianças brincam de ser um bebê e uma mãe, por exemplo, elas fazem uso da imaginação, mas, ao mesmo tempo, não podem se comportar de qualquer forma; devem, sim, obedecer às regras do comportamento esperado para um bebê e uma mãe, dentro de sua cultura. Caso não o façam, correm o risco de não serem compreendidas pelo companheiro de brincadeira.

O brincar como meio de socialização e expressão

 

Olimpíada Educação Infantil

Brincar com outras crianças é muito diferente de brincar somente com adultos. O brinquedo entre pares possui maior variedade de estratégias de improviso, envolve mais negociações e é mais criativo (Sawyer, 1997). Aprende, também, a negociar e a compartilhar objetos e significados com as outras crianças.

O brincar também permite que a criança tome certa distância daquilo que a faz sofrer, possibilitando-lhe explorar, reviver e elaborar situações que muitas vezes são difíceis de enfrentar. Autores clássicos da psicanálise, como Freud (1908) e Melanie Klein (1932, 1955), ressaltam a importância do brincar como um meio de expressão da criança, contexto no qual ela elabora seus conflitos e demonstra seus sentimentos, ansiedades desejos e fantasias.

Já Winnicott (1975), pediatra e psicanalista inglês, faz referência à dimensão de criação presente no brincar. Segundo esse autor, é muito mais importante o uso que se faz de um objeto e o tipo de relação que se estabelece com ele do que propriamente o objeto usado. A ênfase está no significado da experiência para a criança. Brincando, ela aprende a transformar e a usar os objetos, ao mesmo tempo em que os investe e os “colore” conforme sua subjetividade e suas fantasias. Isso explica por que, muitas vezes, um urso de pelúcia velho e esfarrapado tem mais importância para uma criança do que um brinquedo novo e repleto de recursos, como luzes, cores, sons e movimento.

A importância da brincadeira para o Desenvolvimento Infantil

 

Olimpíada Educação Infantil
Dessa forma, percebe-se como o brincar é algo essencial para o desenvolvimento infantil. Uma criança que não consegue brincar deve ser objeto de preocupação. Disponibilizar espaço e tempo para brincadeiras, portanto, significa contribuir para um desenvolvimento saudável. É importante também que os adultos resgatem sua capacidade de brincar, tornando-se, assim, mais disponíveis para as crianças enquanto parceiros e incentivadores de brincadeiras.

Neste sentido, o objetivo central desta olimpíada é ressaltar a importância de brincadeiras na Educação Infantil, pois este é um período fundamental para a criança no que diz respeito ao seu desenvolvimento e aprendizagem de forma significativa.

OBJETIVOS DA OLIMPÍADA:

 

• Desenvolver, através das atividades esportivas, uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de seus limites;
• Promover o aprimoramento físico, moral e intelectual dos alunos, através da prática do esporte e das atividades cooperativas.

DESENVOLVIMENTO

 

Olimpíada Educação Infantil

 

SOLENIDADE DE ABERTURA:

 

  1. – Desfile dos atletas: entrada das bandeiras e das equipes correspondentes;
  2. – Hino Nacional;
  3. – Hino do Jardim de Infância Branca de Neve;
  4. – Entrada da Tocha Olímpica;
  5. – Juramento do atleta;
  6. – Palavras da direção;
  7. – Apresentação de dança de uma torcida organizada (alunas da UFRJ).

 

PROVAS OLÍMPICAS:

 

  1. – Corrida de revezamento (10 metros cada componente);
  2. – Colocar 20 pregadores na corda;
  3. – Arremessar 20 bolas no cesto;
  4. – Derrubar 10 boliches;
  5. – Estafeta da bola colorida;
  6. – Estafeta do bambolê;
  7. – Estafeta do bambolê na corda.

 

Confira o álbum completo com as fotos da XXIV Olimpíada da Educação Infantil na nossa página do Facebook:
XXIV Olimpíada da Educação Infantil – Turno da Manhã
XXIV Olimpíada da Educação Infantil – Turno da Tarde

Notícias Relacionadas