29 de novembro de 2017

Dia B: Garriga contra o Bullying

Ações no Garriga visam conscientizar alunos sobre os perigos e as consequências do bullying na escola.

Larissa Costa Beber Scherer

Ações no Garriga visam conscientizar alunos sobre os perigos e as consequências do bullying na escola. 

POR UMA CULTURA DA PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA

 

Há mais de dez anos, a UNESCO propõe orientações sobre a importância da disseminação da cultura da paz e da não-violência. O objetivo é cada sujeito se comprometer com: 

  • – o respeito à vida e à dignidade de toda pessoa;
  • – a prática da não-violência ativa; 
  • – a defesa das liberdades de expressão e cultural; 
  • – a promoção do consumo responsável
  • – a contribuição com o desenvolvimento de uma comunidade democrática. 

 

PROJETO PAZ: DESENVOLVENDO VALORES NA ESCOLA

 

Tendo em vista a parceria estabelecida entre o Garriga de Menezes e a UNESCO, implantou-se o Projeto Paz, com o objetivo de enfatizar a solidariedade, a convivência e o respeito na escola e na sociedade. Este projeto desencadeia o trabalho sobre temas que dialogam com valores importantes para a vida em sociedade, gerando desdobramentos e outras ações na escola. 

Propõe-se ao longo do ano letivo:

  • – Promover debates e discussões acerca da cultura de paz e da não-violência entre alunos, professores e funcionários;
  • – Desenvolver valores e atitudes em busca do respeito à diferença e à diversidade de todos os integrantes da comunidade escolar;
  • – Contribuir para a promoção de ações solidárias e participativas que envolvam alunos, professores e funcionários da escola; 
  • – Promover debates acerca de ações discriminatórias e intimidações sistemáticas (bullying e cyberbullying) na escola.

 

Assim, o combate de práticas discriminatórias e intimidadoras surge também como uma meta a ser alcançada na construção da cultura de paz e do respeito às diferenças e à diversidade. Cabe à escola, então, promover situações em que os conflitos sejam resolvidos por meio do diálogo e da compreensão do ponto de vista do outro, contribuindo para uma convivência harmoniosa na escola e na sociedade, seja presencial ou virtualmente. 

 

O DIA B: GARRIGA CONTRA O BULLYING

 

O evento surgiu da demanda de promover medidas de conscientização, prevenção e combate às formas de intimidação sistemática. Desse modo, é frente desse projeto trabalhar na escola o tema, de acordo com a Lei Nº 13.185, de 6 de novembro de 2015, que institui o Programa de Combate à Intimidação Sistêmica. Consideramos, assim como a lei citada, bullying todo e qualquer ato de violência física ou psicológica, intencional e repetitivo que ocorre sem motivação evidente.

O cyberbullying, por sua vez, caracteriza-se pelo bullying cometido em ambiente virtual. Vale ressaltar que este último vem ganhando proporções maiores diante das redes sociais em que é possível publicar conteúdos anonimamente. 

 

Ações

 

Portanto, com o objetivo de rejeitar o bullying e o cyberbullying infantis, promovemos debates e campanhas acerca das atitudes agressivas, intencionais e repetitivas de intimidação a fim de conscientizar alunos, professores e funcionários.

Proporcionamos também momentos de formações à equipe pedagógica acerca do tema com a finalidade de implantação dessas ações de discussões, prevenções e orientações para acabar com qualquer tipo de constrangimento físico e/ou psicológico cometido na comunidade escolar.

Dessa forma, as ações são de cunho preventivo e de responsabilização. Ou seja, como forma de prevenção, além das atividades planejadas com relação a valores, a escola instituiu um dia do ano em que os alunos estejam envolvidos com o tema do bullying.

Garriga contra o Bullying na escola

Nesta ocasião, os segmentos realizam uma programação diferenciada com atividades de prevenção, conscientização e debate acerca do assunto. Após assistirem peça, filme, palestra ou história, cada turma desenvolve atividades sobre o tema como, por exemplo, produção de cartazes, produção de textos, interpretações, dinâmicas, debates e fóruns de discussão. 

Através dessas ações, as reflexões estendem-se também às famílias, proporcionando o envolvimento dos responsáveis com o tema. Assim, escola e família estabelecem parceria na conscientização quanto à construção da boa convivência na escola e na sociedade, sensibilizando-se para a prevenção ao bullying e compartilhando as discussões iniciadas na escola.

A escola é um espaço privilegiado de transmissão de valores das gerações anteriores às atuais. Por isso, na medida em que atua na prevenção e conscientização sobre a agressividade e suas consequências nas relações interpessoais, contribui para a formação de cidadãos mais humanos.

Gostou? Confira agora outros projetos do Garriga.

Notícias Relacionadas